Como auxiliar uma pessoa deprimida?

thinkstockphotos-493713836-459x230

É bem provável que você conheça alguém que está passando ou que passou pela depressão. Infelizmente, esse é um transtorno que a cada dia tem atingido um número maior de pessoas, as quais se sentem paralisadas e desmotivadas diante desse delicado quadro.

Sabia que podemos fazer várias coisas para alegrar e até motivar uma pessoa deprimida? Seguem as orientações:

Dar um telefonema: O contato telefônico, seja através de uma ligação ou mensagem, é uma ótima forma de fornecer uma palavra amiga e deixar claro que essa pessoa é lembrada e importante para nós.

Fazer uma visita: Passar algum tempo com a pessoa, transmitir o seu calor, a sua energia, a sua compreensão e o seu amor pode ser muito válido e importante para que esse sujeito caminhe para sua regeneração emocional.

Enviar um e-mail: De maneira rápida e simples, é possível escrever algo com significado que pode ajudar a pessoa que gostamos a sorrir. Podemos enviar também músicas, poemas, citações e até mesmo reflexões, além de vídeos divertidos do Youtube. Tudo isso pode ter um peso bem satisfatório.

Desse modo, fica evidente que podemos nos movimentar no sentido de auxiliar a pessoa deprimida.Vamos agir?

Anúncios

Uma gota de vida!

capa_279860_1363555824

Há momentos em nossa vida em que o tempo passa sem que nada de positivo aconteça. Há um vazio de motivação, de brilho, de vigor. Além disso, há desafios e problemas que nos entristecem a cada minuto. Simplesmente, a vida deixa de fazer sentido e valer à pena.

Eis que nos tornamos a cada dia mais velhos e acabamos por abrir mão daquele sorriso por quem nossos avós se apaixonaram algum dia. A inocência foi perdida muito cedo e sabemos (ou pelo menos achamos que sabemos) demais. Não desejamos mais sermos surpreendidos e vamos apenas sobrevivendo. Não regamos a árvore da vida, pois não acreditamos que ela irá florescer.

Mas… em um dia que não esperamos por nada, a magia acontece. Uma gota de esperança entra em nossa alma. Então, ressurge a vontade de renascer quem somos, como se não houvesse o amanhã. Em instantes, atingimos o frenesi de uma criança que corre, pula, se suja e brinca com tudo o que este mundo lhe oferece. Para ela, todos os minutos são curtos e devem ser saboreados.

Por isso, brinque! Se recorde de tudo o que já fez, amou, que perdeu, o que conquistou. Saboreie o seu prato favorito e tome a bebida que mais aprecia. Sinta prazer nas coisas simples da vida! Volte às raízes, recordando a pessoa ímpar que é e que o tempo estava apagando.

Ame! Relembre as pessoas que podem ser amáveis, sinceras e justas e que não exigem nada em troca. Pense que nossos sonhos infantis eram as coisas mais puras e belas que tivemos. Quem sabe seja possível colocar alguns desses sonhos em prática? Temos a vitalidade do dia e a inspiração da noite para nos auxiliar.

Sonhe! Deixe o passado para trás e compreenda que quando focamos no presente, nossa vida se torna mais leve e gostosa. Ficamos tão leves que a liberdade que hoje sentimos nos direciona positivamente para a felicidade. Finalmente saímos da zona de conforto que se tornou desconfortável e partimos rumo ao horizonte. Só não devemos nos esquecer que tudo o que vivemos deve ser encarado como uma grande fonte de aprendizagem que nos permite agora dar e receber como nunca, curtindo a vida da melhor maneira.

Abrace! Não deixe nada por dizer ou fazer. Descansar é ótimo, mas se divertir é ainda melhor. Tire o relógio, desligue o computador e afaste-se do celular por pelo menos alguns minutos. Há pessoas precisando de você! Sendo assim, deixe sua marca! Viaje com a curiosidade da primeira visita de estudo. Aprenda e ensine sempre que isso for possível. Declare-se à pessoa que lhe deixa sem fôlego. Beije-a e dê-lhe a mão. Pense no quanto se sentia feliz quando alguém o convidava para uma brincadeira. Convide as pessoas que o rodeia para se divertirem com você!

E sorria! A mesma nuvem não passa duas vezes! A mudança sempre acontece. E pense que tudo começou com uma mera gota. Uma gota de vida!