Aprenda a gostar de sua imagem corporal, e seja feliz!

download

A imagem do código genético, mais popularmente conhecida como imagem corporal, é única e não pode ser completamente transmitida. Essa imagem tem sua gênese a partir do cruzamento de inúmeras hipóteses, de variadas características. Sendo assim, a imagem corporal é tida como um cartão de identificação para a vida.

O peso, a forma, a altura, a cor e o tipo do cabelo, as cores da pele e dos olhos, a espessura dos lábios, o tamanho de nossos membros, de nossas orelhas, mãos, pés, dedos, etc., são particularidades que, no conjunto, concebem como nos vemos, como somos vistos e como nos relacionamos conosco e com “nosso mundo”.

É interessante dizer que a imagem corporal vai muito além daquilo que expomos para as pessoas. Esta imagem identifica e determina a experiência interior que temos com o nosso próprio corpo. É com o corpo que estabelecemos relações, que abraçamos crenças, que desenvolvemos percepções, que evidenciamos sentimentos e comportamentos…

Desse modo, é um problema quando a percepção que temos de nossa imagem corporal não corresponde àquilo que desejamos. Isso faz com que tenhamos dificuldades que perpassam desde a aceitação pessoal ao relacionamento com os outros e com o mundo.

Quando não aceitamos nossa imagem corporal, é corriqueiro que apresentemos:

  • Comportamentos como perturbações alimentares, à medida que estamos insatisfeitos com a nossa forma corporal e/ou com nosso peso;
  • Sentimentos de baixa autoestima e de desvalorização pessoal, que podem desencadear a depreciação do próprio corpo enquanto pessoa, o que normalmente é o primeiro passo para estados depressivos;  
  • A feminilidade e a masculinidade são colocadas em xeque, pois acreditamos não estarmos com as qualidades físicas esperadas para nosso gênero. Gradativamente, vivenciamos uma diminuição da percepção de aceitação dos outros e condicionamos o estabelecimento de interações sociais;
  • Quanto à intimidade sexual, momento em que nos expomos ao outro, a ideia de que nosso corpo está feito, desajeitado, deselegante e disforme faz com que, ao invés de vivenciarmos uma experiência prazerosa e relaxante, tenhamos uma prática de elevada tensão e ansiedade, que tende a ser evitada de qualquer forma.

Enfim, fica evidente que diante de tantas e penosas consequências negativas, é necessário que modifiquemos as percepções que temos de nossa imagem corporal. Não devemos nos deter ao que vemos através do espelho. Devemos olhar também para nosso interior, porque a resposta não está fora, mas sim na modificação de crenças e pensamentos que temos sobre o nosso corpo.

Seu corpo, independente e como é, é uma verdadeira obra prima, a qual é incomparável e única! 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s