Ingestão compulsiva de alimentos

???????????????????????????????????????????

Eu quero comer, eu quero comer, eu quero comer!!! Eu preciso comer agora! Nesse minuto! Não posso mais esperar! A vontade está me matando! Quero comer mais! Vou comer um pacote de biscoitos, alguns pães, e logo após essa pequena barra de chocolate. Vou comer essas batatas fritas também! Já fiz tantas dietas e falhei! Vou falhar dessa vez também! Vou comer a última fatia do gostoso bolo de chocolate que está na geladeira e o resto da sobremesa! Aaaahhhh! Comi demais! Estou me sentindo tão cheia e indisposta que mal consigo me mexer. Puxa, estava tão disposta a não fazer mais isso, mas não consegui resistir! Por que é que eu voltei a fazer isso? Não devo gostar de mim! Não há outra explicação! Eu definitivamente não tenho amor próprio! Chego a sentir repulsa de mim. Meu ato é a prova de que eu não me cuido. Estou tão triste e frágil…

Em uma ou mais situações, já atuou dessa forma? Esse é um episódio típico de ingestão compulsiva. Esse episódio caracteriza-se por uma ingestão excessiva de quantidade de alimentos, associada a uma perda de autocontrole, que só tem fim quando o sujeito vivencia uma forte dor estomacal juntamente com um intenso mal estar físico. Além disso, sentimentos de culpa, tristeza, indignação consigo, revolta e até repugnância por si mesmo e pelo ato que acabou de executar estão presentes. O indivíduo sente-se cheio de comida, mas ao mesmo tempo, sente um grande vazio interior.

Normalmente, quando a pessoa age de maneira descontrolada no campo alimentar, nada mais é que uma tentativa errônea em lidar com emoções negativas e/ou intensas. Muitas pessoas buscam conforto e bem estar na comida quando estão diante de um problema. Isso faz com que esses sujeitos criem uma relação de dependência emocional com o alimento, dependência esta difícil de ser rompida.

Quando há uma presença significativa de episódios como esses na rotina de um indivíduo, este pode estar vivenciando uma perturbação alimentar, denominada Perturbação de Ingestão Compulsiva. Esse transtorno não se caracteriza apenas por episódios como o citado anteriormente, mas também pelos seguintes sintomas:

  • Pensamentos constantes e invasivos acerca de comer e comida;
  • Isolamento como tentativa de esconder as grandes ingestões alimentares;
  • Sentimentos de vergonha, com receio de ser flagrado em uma ingestão compulsiva;
  • Mal estar e cansaço físicos;
  • Perda de controle e inevitável comer excessivo;
  • Baixa autoestima;
  • Ganho de peso;
  • Isolamento social;
  • Culpabilização e sentimentos negativos sobre si mesmo;
  • Pouca esperança com relação à possibilidade de mudança.

É importante afirmar que o quadro de Bulimia apresenta algumas características semelhantes. Não obstante, a Bulimia exige que a pessoa se comporte de maneira compensatória após a ingestão exagerada de alimentos como, por exemplo, a indução do vômito ou o uso de laxantes e diuréticos, que serão usufruídos com o intuito de controlar o peso e a forma corporal. Além disso, o sujeito bulímico se preocupa excessivamente com o peso/forma, e essa preocupação passa a assumir um papel central em sua vida. O medo de engordar é a base de vida desse indivíduo. Este passa a fazer dietas rígidas e sufocantes que são levadas à risca, independente dos danos físicos e psicológicos que essas condutas podem ocasionar. Em compensação, na Anorexia, a porcentagem de ocorrência de episódios de ingestão compulsiva é praticamente nula.

A Perturbação de Ingestão Compulsiva afeta pelo menos 2% da população mundial, sendo que desse público, 65% são  mulheres, contra 35% de homens. No que diz respeito à Bulimia, as estimativas apontam para porcentagens de 1%, frequentemente em mulheres.

Infelizmente, ainda é muito pequeno o número de pessoas que vivenciam esse quadro e procuram ajuda especializada; apenas 10% das pessoas com perturbações alimentares o fazem. Isso se deve, entre outros fatores, ao desconhecimento do fato de existirem tratamentos realmente eficazes, dentre eles o acompanhamento psicológico.

Caso você reconheça em suas atitudes sintomas como esses, não exite! Procure ajuda! A Perturbação de Ingestão Compulsiva tem controle!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s