Quem fala demais dá bom dia a cavalo!

R7-Entrevista-falar-demais

A comunicação é uma das ferramentas mais cruciais para se ter sucesso. Expressar-se bem, de maneira clara e adequada é fundamental para se obter êxito em quase todos os setores de nossas vidas.

Não obstante, eis que muitas pessoas confundem o “se comunicar bem” com o “falar bastante”. Definitivamente, são coisas completamente diferentes e que, certamente, gerarão consequências opostas. Seja por personalidade extrovertida ou pura e simplesmente pela falta de bom senso, pecar pelo excesso pode ser algo que compromete a conquista de alguns benefícios.

Os sujeitos que têm como perfil o falar excessivamente, normalmente são julgadas como exibidos ou inconvenientes. O exibido geralmente é a pessoa que fala demasiadamente e se permite ouvir pouco, o que pode fazer com que as pessoas de seu meio social o considere arrogante e egocêntrico. A conversa muitas vezes é um monólogo, e para poder dizer algo é necessário esperar o “matraca” parar para pegar fôlego.

O exibido, além de carregar a fama de “chato”, pode ser considerado ainda como a pessoa que realiza declarações impróprias e ainda se vangloria em demasia. Pessoas prolixas tendem a não aceitar o outro como ele realmente é, além de acreditar que tudo o que diz é o certo e que não existe importância no que o outro sente.

Em contrapartida, o tipo inconveniente é aquele que não fica atento ao que acontece ao seu redor. As pessoas extremamente falantes podem se mostrar bastante inconvenientes, justamente por não terem prática em exercitar a empatia.

Isso faz com que o inconveniente inicie diálogos sobre temas indevidos em momentos inadequados. As situações impróprias se tornam uma rotina na vida desse tipo de pessoa. A todo tempo, o inconveniente se coloca em uma situação constrangedora, mas raramente se dá conta. Enfim, quem é colocado em situações desagradáveis acabam sendo os demais sujeitos.

O comportamento de falar demasiadamente pode ser tão danoso que em algumas situações o sujeito prolixo acaba se prejudicando, pois ele mesmo pode afastar as pessoas de si ou até mesmo perder a chance de receber uma promoção no trabalho, pois, nessas situações, não é sempre a formação profissional que fala mais alto.

Quando o indivíduo se dá conta de que sua fala exagerada está trazendo danos para si, ele passa a compreender melhor a própria vida e sobre o que quer, além de entender a necessidade de dizer as coisas certas nos momentos mais propícios. A pessoa que é inteligente sabe ouvir e consegue perceber as oportunidades através do exercício da observação e análise das situações. Se você ainda não consegue agir dessa maneira, não se desespere. Exercite o seu autopoliciamento e em breve, se surpreenderá com suas mudanças!

Anúncios

3 pensamentos sobre “Quem fala demais dá bom dia a cavalo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s