Nós reproduzimos na vida adulta a nossa infância?

peter_pan_2102

É inquestionável que a infância condiciona e prefigura o nosso perfil de adultos. Mas é uma grande verdade, também, o fato de podermos melhorarmos as nossas habilidades, desde que nos esforcemos e acreditemos que isso é possível. A questão que tem se tornado um verdadeiro problema para muitas pessoas, é que estas se deixam condicionar pelo passado, e o pior: acreditam que o que vivenciaram na infância sempre fará com que elas atuem da mesma maneira. Isso é uma inverdade!

Quando uma criança não recebe afeto suficiente para que ela se sinta amada, esta poderá se sentir injustiçada e considerar-se inferior comparativamente com os outros. Isso faz com que ela tenha dificuldades para associar esforço com recompensa, além de não ter um limite claro do que lhe é permitido fazer. Desse modo, são configuradas as condições imprescindíveis para que o sujeito permaneça na infância, não se sentindo preparado para a vida adulta.

Que tal você fazer uma pequena análise sobre o seu processo de desenvolvimento, que é o caminho básico para a maturidade? Vamos lá. Afim de facilitar esta experiência, seguem alguns traços básicos do comportamento infantil que devem suavizar-se ou desaparecer na vida adulta:

  • Comportamento egocêntrico;
  • Dificuldade de assumir responsabilidades;
  • Procura de aprovação;
  • Procura constante de afeto e proteção;
  • Facilidade em estabelecer e interromper relações;
  • Procura de modelos de identificação.

Compartilhe aqui a sua reflexão: você é um adulto que renuncia a amadurecer para satisfazer as suas necessidades pueris, (necessidade de se sentir amado e admirado a todo tempo, dificuldade em manter relações estáveis porque isso significaria agir a um nível de responsabilidade que não desenvolver); OU reconhece que isso não se consegue de forma gratuita porque, no mundo dos adultos, as coisas não se ganham sem esforço e o amor não é incondicional?

Essa identificação pode ser muito interessante e fará com que você compreenda que, quando há desejo, há mudanças. Quer mudar? Confie em suas habilidades, olhe para si mesmo e reconheça que você cresceu e está vivenciando uma etapa única de sua vida, que pode ser maravilhosa e de novos conhecimentos.

O homem é uma criança: o seu poder é o poder de crescer

(Rabindranath Tagore)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s