Você é uma pessoa influenciável?

Influencia

Eis uma questão que é comum que em algum momento de nossas vidas, pensemos. Eu sou uma pessoa influenciável? Certamente, muitas pessoas terão dificuldades de confessar que sim, principalmente porque em nossa sociedade admitir ser influenciável é o mesmo que declarar-se sem personalidade e fraco. No entanto, é fato que, mesmo as pessoas que se revelam bastante seguras e decididas, em alguns momentos acabarão sendo influenciadas positiva ou negativamente por alguém ou pelas circunstâncias. Contudo, a influência somente é exercida se o sujeito influenciado aceita, ou seja, a influência ocorre que por uma escolha própria.

Por incrível que possa parecer, situações em que um grupo, uma pessoa ou mesmo uma situação exerçam influência a outrem são bem comuns e frequentes. Muitas vezes, a influência ocorre a partir de uma boa intenção de familiares, amigos e até mesmo conhecidos que distribuem conselhos para nos “tornarem mais felizes” sem ao menos procurar saber quais são nossas verdadeiras necessidades e objetivos.

A verdade é que somos influenciáveis por natureza e o nosso círculo de convivência tem relativa participação nisso. Por isso, é fundamental analisarmos com parcimônia as mensagens que recebemos, já que, caso não atuemos com precaução, corremos o risco de nos tornarmos parecidos com pessoas de hábitos e atitudes que não toleramos.

Em contrapartida, convivendo com sujeitos entusiastas, cheios de energia, felizes, saudáveis, de bem com a vida e com ideias prósperas, podemos nos influenciar de maneira favorável, e isso não é sinal de imitação. Pelo contrário: é sinal de inteligência reconhecer os pontos fortes das pessoas e tentar adotá-los para a nossa vida. Refletir sobre as influências que recebemos e o quanto elas têm nos favorecido para a nossa condição atual é rico. Identificar quem são nossos “verdadeiros amigos” fará uma grande diferença. É muito válido ainda observar se eles realmente querem o melhor para nós ou estão apenas querendo que sejamos como eles.

Saiba que ninguém é obrigado a passar a vida inteira com as mesmas pessoas ou vivendo as mesmas situações embaraçosas e constrangedoras seja no trabalho, em casa ou no círculo de amigos. Muitas pessoas acham desagradável sair desses grupos, mesmo que eles estejam fazendo mal a elas. Isso é um grande erro! É sábio escolher influências úteis e positivas e pessoas capazes de nos influenciar dessa maneira. Fazer novas amizades pode trazer novas influências saudáveis. Destaque um mentor para inspirá-lo de forma positiva! E por último, lembre-se de um antigo ditado, mas muito preciso: “diz-me com quem andas que te dir-te-ei quem tu és.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s