O grande poder da sedução…

jantar_romantico-a-luz-de-velas-menu-sedutor-2011

Ah, Don Juan!!! Quanta saudades da época em que as pessoas eram voluntariamente sedutoras… Mas será que, ainda hoje, na era tecnológica, onde as pessoas estabelecem contato através do SMS e da internet, existe espaço para as pessoas verdadeiramente sedutoras? Terá o sedutor desaparecido da nossa sociedade tendencial e sexualmente igualitária?

Sim, há pessoas sedutoras! Talvez até mais do que em outros momentos da história. Mas por quê? Na atualidade, a durabilidade estreita das relações, que terminam ainda na fase inicial, leva a crer que a sedução é grande e altamente disseminada. Porém, em muitos casos, ela é transmitida de maneira superficial.

Voltando ao mais famoso sedutor, Don Juan, é curioso como essa imagem de sedução, a nível cinema, não foi determinada também para uma figura feminina. Pelo contrário: a mulher é a vítima do sedutor. De qualquer modo, é importante dizer que existem inúmeras mulheres que são peritas na arte de seduzir.

Se analisarmos a fundo a figura de Don Juan, é possível observar que, mesmo sendo um personagem, essa figura caracteriza, em vários momentos, uma patologia para o sedutor e para o sujeito com o qual o sedutor se relaciona. Há em várias pessoas, assim como em Don Juan, uma grande compulsão para a sedução de um indivíduo que procura apaixonar-se da pessoa mais difícil de conquistar e, após a conquista, há o abandono quase que imediato. Essas pessoas dificilmente mantêm relações duradouras, já que preferem partir sempre em busca de novas conquistas, ou seja, de novas pessoas para colocar em prática o jogo de sedução.

Para pessoas com esse comportamento, o interessante é simplesmente o instante de prazer e o triunfo que a conquista proporciona. O desafio é o que mobiliza. Por isso, é fato que o narcisismo dessas pessoas é sem dúvida a principal característica das mesmas. É fato que essas pessoas se amam muito mais do que a qualquer outra pessoa. Isso evidencia, claramente, uma personalidade imatura.

Para além dos pontos negativos anteriormente mencionados, há uma grande notoriedade positiva em utilizar a sedução no dia-a-dia, especialmente para casais que, caso praticassem essa técnica, quebrariam a rotina que muitas vezes se torna maçante, além de apimentar uma relação que está fria.

A finalidade da sedução é conseguir a atenção da pessoa por todos os meios possíveis, o que obtém o controle emocional e cria uma enorme fonte de prazer. As etapas e rituais de sedução são universais, com poucas nuances, geralmente de natureza cultural.

Então, quais são as principais fases da sedução?

Sem dúvida, o primeiro passo é prender a atenção do outro. A seguir, há que iniciar uma conversação. O desejo de conhecer o outro um pouco mais faz com que as probabilidades de diálogo fluam positivamente. E manter-se interessado no outro é fundamental par uma relação harmoniosa.

A arte da sedução não deve ser usufruída somente por aqueles que desejam ingressar em uma relação. É imprescindível que casais lancem mão desse método, afim de se reacender momentos de paixão e intensidade em uma relação ameaçada pelo tempo.

Por isso, a manutenção na sedução e no amor tem que acontecer constantemente, para que o casal se satisfaça e seja feliz mutuamente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s