Está comendo demais???

woman_burger_iStock_0000084_620x414

Está ansioso? Está comendo excessivamente por isso? Simplesmente come exageradamente sem qualquer motivo aparente? Você já ouviu falar em Binge Eating? Esse transtorno pouco popular constitui-se em uma doença do comportamento alimentar, tal como a bulimia ou mesmo a anorexia. O Binge Eating, ou Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP), tem como principal característica a ingestão excessiva de alimentos em um período delimitado de tempo (normalmente até 02 horas), seguida da sensação de perda de controle sobre o que é ou o que se come. Além disso, nesse transtorno a pessoa come descontroladamente pelo menos 02 dias por semana durante pelo menos 06 meses, e consequentemente tem uma elevação significativa de seu peso.

O que ocorre com as pessoas que vivenciam esse transtorno é que elas comem não necessariamente por sentirem fome, mas sim uma grande vontade, muitas vezes incontrolável e até mesmo inexplicável, de comer. Isso traz à pessoa com TCAP sentimentos de culpa, angústia, vergonha e até mesmo nojo de si mesma. Por isso, é extremamente comum que esses episódios aconteçam quando a pessoa está sozinha. A voracidade alimentar assemelha-se à bulimia no que respeita à elevada ingestão de alimentos mas, ao contrário desta, não é provocado o vômito nem é feito qualquer tipo de comportamento compensatório do excesso alimentar.

Os sujeitos com TCAP possuem baixa autoestima e preocupam-se demasiadamente com o peso e a forma física, mais até do que as pessoas que têm sobrepeso, mas não apresentam o transtorno. De um modo geral, as pessoas com crises de voracidade alimentar sentem-se fora de controle, perdidas num ciclo vicioso de ingestão alimentar excessiva, sentimentos de culpa e arrependimento, restrição alimentar/ dieta e nova ingestão alimentar voraz.

Assim como muitos transtornos, o Binge Eating pode ter sua gênese na infância, precisamente nos momentos em que a formação dos hábitos alimentares ocorre. Muitas famílias têm como perfil utilizar a comida como maneira de compensação, amor, conforto ou mesmo uma maneira de extrapolar os conflitos emocionais e o estresse.

Se você é uma pessoa que come de forma descontrolada, observe as seguintes questões: ganho rápido e repentino de peso, flutuações no peso, ingestão excessiva de comida em um curto período de tempo, independente de sentir fome, comer escondido, esconder comida para consumir quando estiver sozinho, sentimentos de culpa e vergonha durante um episódio de voracidade alimentar, descontentamento com a aparência, especialmente com o peso, baixa autoestima, não frequentar encontros sociais em locais que priorizem a alimentação, como restaurantes, bares, praças de alimentação.

Infelizmente, o TCAP ainda é pouco reconhecido como uma perturbação do comportamento alimentar e que, como tal, deve sofrer intervenção de uma equipe multidisciplinar: psicólogo, nutricionista e, em alguns casos, psiquiatra. Observe-se! Ganhe qualidade de vida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s